A Feira do Verde foi criada pela Lei nº. 3.664, de julho de 1990. A cada ano é instituída uma comissão com representantes de várias secretarias municipais que discutem, propõem, recomendam e organizam cada edição do evento. O trabalho começa com a avaliação da edição do ano anterior. Com base na análise da comissão organizadora, dos expositores, dos técnicos e no resultado das pesquisas realizadas com os visitantes, discute-se a temática a ser desenvolvida.

Os temas sugeridos pela comissão refletem as discussões que estão em pauta, e possuem grande apelo e relevância local, regional, estadual e mundial. Entre os fatores que são levados em consideração na escolha do tema está a possibilidade desenvolvê-lo de forma político-teórico-educativa, a viabilidade do tema ser apresentado pela maioria dos expositores e o potencial do  do tema para as atividades técnicas dirigidas aos públicos específicos.

As sugestões são avaliadas e o tema central da Feira é escolhido e referendado pela administração municipal, com base nas justificativas preliminares elaboradas pela comissão. A partir de então, o processo conceitual e operacional da Feira é iniciado, seguindo-se um longo período de organização do evento.  A ideia é resguardar o caráter multifacetado da Feira: o ambiental, o social, o econômico e o cultural.

Anúncios