Educação Ambiental em áreas de manguezal. Pela terceira vez, o tema estará em debate em um seminário promovido pela Prefeitura de Vitória. O evento será realizado durante a Feira do Verde deste ano, nos dias 13 e 14 de novembro, das 9h às 17h30, no auditório Rio Jucu. O objetivo é promover a troca de experiências sobre o trabalho desenvolvido em educação ambiental nos municípios.

Na abertura oficial, que será realizada na sexta-feira (13), às 9h30, a cidade de Vitória vai receber o título de cidade dos manguezais consagrados. A entrega será realizada pelo presidente da Edumangue, Everaldo Queiroz.

Na palestra de abertura, o representante da Embrapa do Piauí, Jefferson Legat, irá falar sobre Pesquisa e educação ambiental como ferramentas para a gestão da pesca do caranguejo-uçá, às 10h30. Na Mesa-redonda Impactos em áreas de manguezal, os participantes vão conhecer as Ações antrópicas: experiência no Rio São Francisco, por meio da apresentação do presidente da Federação de Pescadores do Estado de Alagoas, “Seu Toinho” e pelo representante da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hidricos de Alagoas (Semarh), Fernando Veras.

Também participam o presidente da Edumangue (BA), Everaldo Queiroz, com o tema Pescarias ilegais e o representante do Tamar / Intituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio), Roberto Sforza com o tema os Impactos no ES.

No sábado (14), às 9h30, Iberê Sassi, representante do Instituto Goiamum, fará apresentação do Grupo Gestor dos Manguezais do Estado. A seguir será realizada a mesa-redonda Educação Ambiental em áreas de manguezal: experiências nos municípios do Espírito Santo, com representantes de Marataízes, Conceição da Barra, Vitória e Vila Velha.

Confira a programação do seminário.

Anúncios