A XX Feira do Verde vai até domingo (15) e programação é o que não falta. Além dos seminários e da II Mostra Científica-Ambiental-Cultural, os estandes estão cheios de informações para os visitantes. São vários os artifícios usados para mostrar que o problema da água é o grande desafio do século XXI.

Um exemplo é uma maquete gigante que retrata o tema da feira: Bacias Hidrográficas: O Reino das Águas, e mostra o funcionamento de uma represa, desde a nascente até a geração de energia.

PV2_4176

foto: Samira Gasparini

O “Robô Gari”, construído por alunos de escolas da Prefeitura, ensina como fazer a separação do lixo. A reciclagem está presente em diversos estandes e os visitantes podem aprender como fazer papel reciclado, decupagem em caixa de madeira e brinquedos de material reaproveitado.

A Feira do Verde também está cheia de orientações sobre emergências ambientais. Os visitantes recebem explicações e materiais sobre o que fazer em casos de incêndios em florestas, maus tratos e comercialização de animais silvestres.

Quem visitar a feira também vai encontrar arte. O museu nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) mostra a Paleoarte, que reconstroi animais extintos. A técnica mistura escultura e pintura para dar vida a animais da pré-história.

Leia mais.

Anúncios