You are currently browsing the tag archive for the ‘estrutura’ tag.

Discussões, sugestões e conscientização para o uso racional da água e preservação das bacias hidrográficas. Esse foi o principal resultado da XX Feira do Verde. Por lá, passaram mais de 200 mil pessoas que aprenderam sobre a importância dos rios, em especial o Santa Maria da Vitória e Jucu, que abastecem a Grande Vitória.

foto: Samira Gasparini

A Feira terminou no último domingo (15) na Praça do Papa após mais de 80 horas de palestras, debates e seminários, que chamaram a atenção para a situação dos rios e suas nascentes com o tema Bacias Hidrográficas: O Reino das Águas. Nos mais de 11 mil metros quadrados de área montada, destaque para o estande da Prefeitura de Vitória, o mais visitado por crianças e adultos encantados com um túnel que mostrava todo o percurso do rio Santa Maria, com a utilização de painéis, além de uma foto aérea gigantesca de todo o município gravada no chão, onde as pessoas, hipnotizadas, procuravam pontos conhecidos da Capital.

Durante a Feira, foi entregue ainda o 14º Prêmio Tião Sá que reconheceu pesquisas e projetos na área ambiental. O secretário de Meio Ambiente de Vitória, Roberto Valentim, destacou que a feira, além de discutir os grandes temas voltados para a preservação das bacias, conseguiu despertar nas pessoas a consciência pela preservação e manutenção da água no dia a dia.

Leia mais.

Anúncios

Mais fotos no Flickr da Prefeitura.

A enorme estrutura montada na Praça do Papa, para abrigar a XX Feira do Verde de Vitória, impressiona pelo tamanho e, mais ainda, pelas atrações espalhadas pelos mais de 11 mil metros quadrados de área projetada e decorada.
Os estandes públicos e privados se engajaram em atrações e ornamentações que renderam muitas surpresas aos visitantes. A quantidade de atrações fez com que muitos deles retornassem à feira mais de uma vez.

14

foto: Marcos Salles

O escritor e professor de yoga, Duda Guanaciam, foi na última quinta-feira ao evento, levando a esposa, a filha e o sobrinho e, ao chegar, se surpreenderam com as atrações. “Não imaginava que seria tão interativo. Sempre acompanhamos as edições da Feira do Verde e, nesse ano, a Prefeitura se superou, pois a estrutura está belíssima, assim como as atrações. Teremos que voltar para terminar de curtir a programação”, disse o escritor, enquanto fotografava a filha e o sobrinho em cima da imagem área de Vitória, aplicada no piso do estande da prefeitura da Capital.

E lá estava o escritor, novamente, acompanhado da família. “Tentei deixar para virmos no final de semana, mas não teve jeito, tivemos que trazer as crianças nesta sexta e, certamente, voltaremos amanhã e depois”, disse a esposa Andressa Guanaciam.

Além das famílias, muitos jovens também estão fazendo da Feira um ponto de encontro entre amigos. Vários grupos têm se reunido durante o evento. Rodeados pelo clima de natureza e preservação ambiental, o meio ambiente não poderia ficar de fora das rodas de bate-papo.

Leia mais.

A XX Feira do Verde vai até domingo (15) e programação é o que não falta. Além dos seminários e da II Mostra Científica-Ambiental-Cultural, os estandes estão cheios de informações para os visitantes. São vários os artifícios usados para mostrar que o problema da água é o grande desafio do século XXI.

Um exemplo é uma maquete gigante que retrata o tema da feira: Bacias Hidrográficas: O Reino das Águas, e mostra o funcionamento de uma represa, desde a nascente até a geração de energia.

PV2_4176

foto: Samira Gasparini

O “Robô Gari”, construído por alunos de escolas da Prefeitura, ensina como fazer a separação do lixo. A reciclagem está presente em diversos estandes e os visitantes podem aprender como fazer papel reciclado, decupagem em caixa de madeira e brinquedos de material reaproveitado.

A Feira do Verde também está cheia de orientações sobre emergências ambientais. Os visitantes recebem explicações e materiais sobre o que fazer em casos de incêndios em florestas, maus tratos e comercialização de animais silvestres.

Quem visitar a feira também vai encontrar arte. O museu nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) mostra a Paleoarte, que reconstroi animais extintos. A técnica mistura escultura e pintura para dar vida a animais da pré-história.

Leia mais.

Veja mais fotos no Flickr da Prefeitura.

A Guarda Civil Municipal vai garantir a segurança na XX Feira do Verde, que se realiza desta terça-feira (10) até domingo (15), na Praça do Papa. Cerca de 30 agentes comunitários de segurança, por dia, vão atuar no patrulhamento do entorno da praça e 24 agentes de trânsito foram destacados para orientar o trânsito, fiscalizar a circulação de táxis e apoiar a travessia de pedestres, especialmente das crianças.

Os agentes comunitários de segurança estarão de carro, de bicicleta e a pé, atentos à circulação do público estimado em 180 mil pessoas durante o evento. “Nosso foco é garantir a circulação segura principalmente das crianças”, explica a chefe de equipe Annelise Alves Correa. A segurança na Praça do Papa é reforçada com uma câmera de videomonitoarmento, que foi reposicionada para poder manter a visualização apesar das tendas da Feira.

O monitoramento é feito 24 horas por dia e os principais pontos de observação são a entrada do evento, a área reservada aos ambulantes, ao Corpo de Bombeiros e ambulâncias, o Mirante do Papagaio, os pontos de ônibus, o estacionamento, o deck (praia) e a avenida Nossa Senhora dos Navegantes.

Leia mais.

foto: Samira Gasparini

foto: Samira Gasparini

A conscientização sobre a importância da água no planeta vai tomar conta da praça do Papa a partir do dia 10 de novembro. E para garantir que isso aconteça, uma megaestrutura com 11.250 metros quadrados, para a realização da XX Feira do Verde, já está quase pronta.

O evento vai até o dia 15 de novembro com o tema Bacias Hidrográficas: o Reino das Águas. O objetivo é chamar a atenção dos visitantes para as bacias hidrográficas dos rios Santa Maria da Vitória e Jucu, assim como seu importante papel na manutenção da vida, dos ecossistemas e da economia da Região Metropolitana e Centro-Serrana do Espírito Santo.

A estrutura montada será dividida em estandes, áreas para shows, praça de alimentação com 680 metros quadrados com vista para a baía de Vitória, Mostra Cientifica Cultural, com 40 escolas municipais, e dois auditórios para palestras. Os visitantes contarão ainda com postos médicos e de segurança.

Leia mais

Com uma estrutura de 11.250m², a Feira do Verde 2009 será dividida em área de estandes, espaço lúdico onde serão realizados os shows, praça de alimentação com 680m² e vista para o mar, além de dois auditórios para palestras.  Postos médicos e de segurança serão distribuídos em vários pontos da feira.

A Feira do Verde é maior evento de educação ambiental do Espírito Santo e reúne cerca de 100 expositores de instituições públicas, sociedade civil organizada e empresas privadas. Mantendo um intercâmbio técnico científico entre as instituições e empresas de todo o Brasil, a organização abre espaço para projetos de educação ambiental realizados por prefeituras, Ongs e órgãos governamentais.

Com um público estimado em 200.000 pessoas, a feira recebe a visita de estudantes, professores, técnicos e famílias que buscam informação e conhecimento sobre as ações que cada entidade promove na área da educação ambiental.

Bacias Hidrográficas: o reino das águas. Esse é o tema da XX Feira do Verde que será realizada pela Prefeitura de Vitória, de 10 a 15 de novembro, na Praça do Papa, na Enseada do Suá.

O tema quer chamar a atenção dos visitantes para as bacias hidrográficas dos rios Santa Maria da Vitória e Jucu e para o importante papel que eles desempenham na manutenção da vida, dos ecossistemas e da economia das regiões Metropolitana e Centro-Serrana do Espírito Santo.

O evento contará com uma estrutura de 11.250 m² que será dividida entre a área de estandes, espaço lúdico onde serão realizados os shows, praça de alimentação com 680m² e vista para o mar. Postos médicos e de segurança serão distribuídos em vários pontos da feira.

Leia mais

Twitter da Prefeitura

Flickr da Prefeitura

marca do prêmio